Doações

Olá,

Convidamos você a apoiar o Acervo do Violão Brasileiro

O violão tem na música brasileira um lugar semelhante ao do futebol nos esportes. Está nas casas mais simples e nas melhores salas de concerto. Por ser tão popular, temos tantos craques de violão quantos de futebol, sejam eles compositores, intérpretes ou luthiers. Este time e sua obra merecem ser conhecidos em toda sua exuberância, pois o violão brasileiro é parte do melhor da nossa cultura. 

Há seis anos assumimos o compromisso de registrar e mostrar ao mundo este universo. O Acervo cresce a cada dia e junto com ele, o número de seguidores em suas mídias sociais. Mas, para manter o ritmo e a qualidade deste trabalho precisamos de apoio financeiro. Faça parte do grupo de doadores. É o nosso convite.

Quanto custa e quem paga todo esse trabalho?

Criamos o Acervo com recursos de um edital público, em 2014. Desde então, investimos na busca de patrocínio, inscrição em editais públicos e privados e não tivemos retorno suficiente. Como oferecemos um serviço gratuito, que preserva e divulga a nossa cultura, decidimos buscar o financiamento coletivo. 

Para operarmos no “azul”, pagando serviços, toda a equipe, pesquisa, provedor, domínios, internet, telefone, correios, mídias sociais, impostos, entre outros, precisamos de quase R$ 20.000,00 por mês. Iniciamos a busca de apoio junto aos nossos familiares e amigos. Hoje, as doações estão em torno de 10% da nossa meta. Precisamos ir além, pois temos muito mais a fazer pelo violão brasileiro, muita coisa a ser tirada do baú. Em breve lançaremos nossa campanha pública por meio de uma plataforma especializada. 

Temos doações mensais de 20, 50, 100, 200, 250 reais. Também recebemos doações anuais. Escolha o valor e a periodicidade (mensal ou anual) mais conveniente para você. Toda contribuição é valiosa para manter este Acervo. 

Entre em contato conosco ou faça sua doação em uma das contas abaixo. 

contatos@violaobrasileiro.com.br

Produções do Tempo - Eventos e Publicações Ltda.

CNPJ: 03.384.792/0001-33. Banco Itaú. Agência: 0152. Conta corrente: 18537-7.

Alessandro Ferreira Soares (diretor do Acervo)

CPF 688.317.814- 72. Banco do Brasil. Agência 1503-2. Conta: 7696-1.

 

 

POR QUE APOIO ESTE ACERVO?

“O Acervo do Violão Brasileiro veio para ficar! Veio para apoiar, unir e divulgar todas as correntes do violão brasileiro. Sou imensamente grata a Alessandro Soares e sua equipe pela criação deste espaço e pela amorosa dedicação”.

Maria Haro (Violonista e professora da UNIRIO, Rio de Janeiro) 

"Considero o Acervo Digital do Violão Brasileiro uma espécie de guardião do nosso patrimônio histórico e artístico; um fomentador de projetos, intercâmbios, preservação, difusão e valorização da produção violonística no Brasil. Apoiá-lo é indispensável à institucionalização e subsistência dessa multifacetária identidade nacional".

Carlos Walter, violonista e compositor. Belo Horizonte/MG

Aos colaboradores e colaboradoras, nosso caloroso agradecimento

Allan Monteiro, Airton Soares, Alice Mendes, Amaro Leocádio Vieira Neto, Ana Bosch, André Siqueira, André Soares, Ângela Freitas, Auristela Maciel Lins, Bruno César, Bruno Soares, Camila Montarroyos, Carlos Gomide, Carlos Valter, Carol Vilaça, Cleyton Fernandes, Conrado Paulino, Cris Braun, Daíla Nina Freire, Darlan de Araújo Leocádio, Denner Mattar, Eliezer Lobo, Fábio Victor, Fabíola Simões, Flávia Prando, Francisco Setúval, Geraldo Couto, Gilson Antunes, Gilson Macedo, Guilherme Almeida, Gustavo Costa, Helder Souza, Lourdes Lima, Luca Leocádio, Luciano Normande, Luiz Alberto Tibana, Maria de Fátima Militão, Maria Haro, Marcelo Soares, Mauro di Deus, Murilo Ribeiro, Max Riccio, Jefrey Andrade, Paulo Marcondes, Pedro Gabriel, Pedro Lima, Penha Nery, Regine Bandler, Ricardo Lins, Ronaldo Bispo, Rodrigo Kulpa, Ronan Figueiredo, Salomão Habib, Stan Costa, Tabajara Belo, Vinicius Hipólito, Waldir Jr., Waldinar Santos.