Posts encontrados para tag Guinga

Entrevista com Jean Charnaux

Impossível não se emocionar com Matrizes, primeiro CD do Jean Charnaux. Confira nosso bate papo com esse brilhante violonista e compositor e as influências que teve de Guinga, Hélio Delmiro e Marcus Tardelli

Acervo Digital do Violão Brasileiro é finalista do Prêmio Vivo Música Que Transforma

O Portal concorre na categoria Música que Conecta

Show 100 Anos de Garoto reúne artistas de variadas gerações em repertório que inclui inéditas

Nesta sexta (23) e no sábado (24) ocorre o show 100 Anos de Garoto: o gênio das cordas. São duas apresentações únicas no Teatro Paulo Autran - Sesc Pinheiros que reúnem, pela primeira vez, grandes nomes da música brasileira para uma homenagem ao multi-instrumentista Aníbal Augusto Sardinha, mais conhecido como Garoto. O elenco é formado por Guinga, Yamandu Costa, Paulo Bellinati, Henrique Cazes e Marcello Gonçalves, Moderna Tradição, Xênia França, Guilherme Held e Caixa Cubo Trio. Eles dividem o mesmo palco para interpretar, com novos arranjos, composições conhecidas e inéditas de Garoto

O violão jobiniano

Foi num violão que nasceu Águas de Março. Debruçado nele, Tom Jobim tomava as primeiras anotações num papel de embrulho de pão. Estava numa casinha de pau-a-pique, apelidado de Barraco 2, num lugar chamado Poço Fundo, no estado do Rio de Janeiro, onde costumava passar finais de semana, enquanto sua casa maior era construída. Essa história evidencia o quanto o violão vai além de um cantinho na arquitetura musical jobiniana.

Livro de partituras inéditas de Garoto é publicado no Acervo Digital do Violão Brasileiro

Com transcrições do pianista e arranjador Henrique Gomide e pesquisa e textos do biógrafo Jorge Mello, o livro digital revela preciosidades de um Garoto multifacetado e desconhecido. A iniciativa integra a série 100 Anos de Garoto, o gênio das cordas, que tem direção musical de Myriam Taubkin e patrocínio da Natura Musical

Mário Sève investiga o fraseado do choro e o estilo por padrões de recorrência

Quais os segredos sobre a maneira de se construir, organizar e dispor motivos e frases musicais no choro? Quais os caminhos e como descrever a praxis para músicos que veem no universo artístico dos chorões um modo de expressão? As respostas estão na singular pesquisa do flautista, saxofonista e integrante do grupo Nó Em Pingo D’água, Mário Sève. A metodologia é pautada na investigação dos padrões de recorrência inerentes ao repertório do gênero. A dissertação é uma leitura valiosa para qualquer tipo de instrumento.

Tags