Posts encontrados para tag Alessandro Soares

Acervo faz balanço do primeiro mês

Em setembro, foram lançados três CDs inéditos com faixas inteiras para audição, 12 partituras para download gratuito, 17 títulos teses acadêmicas e 1 livro, além de vários documentos sonoros raros, fotos, vídeos e muito mais

Violonistas pedem financiamento coletivo para CDs

Por meio de sites como Catarse-me e Kickante, Lucas Felix e Chrystian Dozza solicitam modestos R$ 7 mil, cada, para finalizar os discos Despertar e Meditacion. Certamente os dois trabalhos serão relevantes para a discografia brasileira de violão

Acervo Digital do Violão Brasileiro é finalista do Prêmio Vivo Música Que Transforma

O Portal concorre na categoria Música que Conecta

Música inédita de João Pernambuco é descoberta pelo Instituto Piano Brasileiro

Um choro inédito de João Pernambuco é descoberto pelo Instituto Piano Brasileiro (IPB) do baú de fitas-rolo da pianista Neusa França, agora divulgada com exclusividade pelo Acervo Digital do Violão Brasileiro. Quem toca a peça é Alfredo Medeiros, em sarau na casa de Neusa, na Visconde de Pirajá, Ipanema, Rio, em 5 de novembro de 1958. Alfredo é parceiro de João na música.

Revista Carta Capital destaca parceria do Acervo Digital do Violão com o Instituto Piano Brasileiro

Em três páginas da seção Plural, na edição 913 (10.08.2016), a repórter Ana Ferraz relta a descoberta de músicas inéditas de Baden Powell e João Pernambuco, reconstitui os saraus promovidos pela pianista Neusa França, o trabalho do pesquisador Alexandre Dias, que resgatou as fitas, além de um perfil de Alessandro Soares, diretor do Acervo.

Centenário de Dilermando Reis é tema de reportagem da Folha de S Paulo

O diretor do Acervo Digital do Violão Brasileiro, Alessandro Soares, escreveu reportagem especial para o caderno Ilustrada, do jornal Folha de S Paulo, sobre o centenário de Dilermando Reis. A versão impressa da matéria, publicada na quinta-feira (22.09.2016), dia do centenário, é esta abaixo.

Acervo Digital do Violão é tema de palestra no Sesc SP

Nesta quarta-feira (23) às 19 horas, o diretor do portal, Alessandro Soares, conta as novidades programadas para 2017, mostra ao público como explorar as ferramentas e conteúdos do projeto, e detalha aspectos do Concurso Novas de composição. Além disso, serão mostrados trechos de áudios e vídeos raros.

Tom Jobim: polimento extremo na escolha de cada nota e acorde - Entrevista com Sidney Molina

Nesta entrevista, o violonista e líder do Quaternaglia Guitar Quartet (QGQ), Sidney Molina, aborda as principais características da obra do compositor de Desafinado e nos fornece valiosas dicas de como pensar em arranjo e adaptação para violão. Molina. que também é professor de estética e colunista da Folha de S Paulo, relembra ainda a experiência pioneira do Quaternaglia em adaptar uma obra sinfônica do Jobim

O violão jobiniano

Foi num violão que nasceu Águas de Março. Debruçado nele, Tom Jobim tomava as primeiras anotações num papel de embrulho de pão. Estava numa casinha de pau-a-pique, apelidado de Barraco 2, num lugar chamado Poço Fundo, no estado do Rio de Janeiro, onde costumava passar finais de semana, enquanto sua casa maior era construída. Essa história evidencia o quanto o violão vai além de um cantinho na arquitetura musical jobiniana.

Tags